Olhares não Convexos das (Foto)Escre(Vivências)…

Trajetórias e Olhares não Convexos das (Foto)Escre(Vivências): condições de atuação e (auto)representação de fotógrafas negras e de fotógrafos negros contemporâneos, é o título da minha dissertação de mestrado defendida no dia 03 de março de 2016 pelo Programa de Pós-Graduação em Relações Étnico-raciais através do Centro de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (PPRER. CEFET-RJ). 

Para ler a dissertação, clique aqui.

e-flyer-Vilma (1)

Foto de Antonio Terra, concepção de Vilma Neres, inspirada na figuração de John Xiniwe e Albert Jonas. Da direita para a esquerda: Isabel Terra e Vilma Neres, respectivamente, como fotógrafa e fotografada, na representação das (foto)escre(vivências), em 02 de fevereiro de 2016. RJ. Brasil.

Representação social da (foto)escre(vivência)

A imagem fotográfica apresenta-se a partir de conceitos objetivos subjetivamente. Desse modo, a imagem fotográfica disposta na página anterior, como epígrafe e texto visual, exibe a figuração de duas mulheres.

Portanto, essa imagem simboliza a (auto)representação de como se realiza o ato fotográfico, bem como reflete sobre a importância do diálogo entre profissional da imagem fotográfica e a pessoa fotografada, para que haja respeito mútuo na construção da figuração do Outro, e de como esse Outro espera se ver figurada durante o processo de construção de sua representação.

Assim o ato fotográfico só acontece após um processo que antecede à captação da imagem, e será envolvido com as intenções da fotógrafa ou do fotógrafo sob critérios de jugo estético e político. Logo, essa imagem aponta para o objetivo desta dissertação, além disso, promove a representação social da (foto)escre(vivência), não apenas pelo fato de existirem duas mulheres negras, mas porque sintetiza a noção de recepção e de contemplação da imagem fotográfica.

Diante disso representa-se a princípio, duas mulheres adultas, que sou eu mesma e dona Isabel Terra e quis produzir também a partir desta representação da (foto)escre(vivência) outras com homens e com crianças. Ressalto, que a idealização e produção dessa imagem – de representação visual da (foto)escre(vivência) – foi inspirada em outra imagem fotográfica, produzida entre 1891 e 1893, em que se observa a figuração de dois músicos adolescentes sul-africanos, John Xiniwe e Albert Jonas.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s